sexta-feira, 9 de maio de 2008

De volta a Visconde de Mauá

Tenho reparado e pensado muito sobre isto, já reparei que a maioria das pessoas que visita este paraíso acaba voltando. Por vários motivos.
Alguns retornam nas próximas férias, para curtir novamente a paisagem, as cachoeiras, as belezas desta região. Outros, voltam sempre que possível, ficam rezando para que chegue logo aquele feriado, o final de semana, ou então o dia da folga. Atravessam mundos para passar um dia e as vezes algumas horas.
Há também aqueles que voltam com interesses comercias, por ver que a região esta se desenvolvendo, por ter tido uma grande idéia para um novo negócio. Estes muitas vezes acabam ficando, mas deste tipo, eu falo mais pra frente.
Amores de verão, inverno, primavera ou qualquer estação, afinal, não importa a estação, continuam sendo amores não é? Estes acabam trazendo novamente aqueles que se apaixonaram por alguém e as vezes até por algo ou algum lugar específico.
Tem aqueles que contam histórias de uma "bruxa" ou "fada", que aparentemente só eles viram, que acabam os prendendo nesta cidade "mágica". (bom, esta é uma desculpa que já ouvi).
E por "increça que parível" ou incrível que pareça, há também os que vem a força, porque o pai, mãe, marido, esposa, enfim... decidiu que as próximas férias seriam em Visconde de Mauá. Mas mesmo a contra-gosto de começo, acabam se apaixonando ou no mínimo achando "legal" o passeio.
Bom, muitos vem e vão, e voltam, e voltam. Alguns ficam.
Qual é o seu objetivo?

Nenhum comentário: